Pessoas privadas de liberdade podem se inscrever no Enem até 5 de novembro

 Em Notícias

Enem_para_presosSegue até 5 de novembro o período de inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para pessoas privadas de liberdade e jovens que estão sob medida socioeducativa.
A inscrição de internos e detentos pode ser feita apenas pelos órgãos de administração prisional e socioeducativa do país, que devem, até 25 de outubro, firmar um termo de compromisso pela internet com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) para que apliquem o Enem nas próprias unidades, nos dias 3 e 4 de dezembro.
Os candidatos farão uma prova com questões diferentes em relação ao Enem, que será aplicado em todo o país entre 26 e 27 de outubro, mas a prova terá o mesmo formato: 45 questões de ciências humanas e 45 de ciências da natureza, no primeiro dia; e 45 questões de linguagens e 45 de matemática, mais uma redação, no segundo dia.
Em 2012, 23.665 candidatos em situação de privação de liberdade fizeram o Enem, sendo 20.6897 homens e 2.978 milheres. Do total, 17.945 buscaram a certificação do ensino médio. Também houve a possibilidade de pleitearem vagas em universidades federais, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).
Em setembro, o Inep divulgou uma cartilha de orientação para o Enem às pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa. Segundo a cartilha, em cada estabelecimento onde a prova será aplicada a prova, deverá existir um responsável pedagógico por fazer as inscrições dos participantes e cuidar de todo o acompanhamento no processo do Enem. É este quem vai acessar os resultados e pleitear o pedido de certificação do ensino médio ou inscrever o candidato no Sisu.
Fonte: Portal G1
CLIQUE AQUI E ACESSE A CARTILHA NA ÍNTEGRA

DEIXE UM COMENTÁRIO