Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Presidente da CNBB reúne-se com coordenação nacional da Pastoral Carcerária

 em Notícias

2012 PCr_com_dom_RaymundoO cardeal dom Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), reuniu-se na terça-feira, 18 de dezembro, na mitra arquidiocesana de Aparecida, com a coordenação nacional da Pastora Carcerária.

Padre Valdir João Silveira, assessor nacional da PCr, e José de Jesus Filho, assessor jurídico, apresentaram ao Cardeal a estruturação administrativa da coordenação nacional, detalhes da análise institucional em curso, e de como é feita a assessoria aos agentes da Pastoral em todo o país, através de assembleias, reuniões formativas, acompanhamento das visitas a unidades prisionais e fornecimento de subsídios para a formação cristã nos cárceres.

Dom Raymundo também tomou conhecimento das ações da PCr por políticas públicas referentes a questões como porte de armas, privatização de presídios, conselhos da comunidade, situação das mulheres encarceradas, combate à tortura e atuação das defensorias públicas e das ouvidorias externas e independentes.

Padre Valdir e José Filho detalharam como a Pastoral atua pela Justiça Restaurativa. Dom Raymundo avaliou positivamente os trabalhos e se dispôs a estimular junto aos bispos do Brasil que haja mais formações sobre esta temática.

O presidente da CNBB também foi informado sobre a situação carcerária no Brasil, marcada pelo encarceramento em massa, superlotação das unidades prisionais e alternativas ineficazes de resolução, como os presídios privatizados, e disse que levará pessoalmente ao conhecimento do papa Francisco tais realidades, bem como as demandas da Pastoral Carcerária.

Dom Raymundo, por fim, manifestou apreço pelo trabalho realizado pela PCr e disse que não medirá esforços para apoiar a atuação da Pastoral, se propondo, inclusive, a falar com outros bispos do Brasil para que na formação dos seminaristas haja estágio na Pastoral Carcerária.

Recommended Posts

Deixe um comentário