Espiritualidade e formação são os focos de encontro da PCr de Goiânia

 Em Notícias

Capa e Interna_superior_PCR_GoianiaCom a presença de 27 participantes, aconteceu em 13 de setembro, o Encontro de Espiritualidade e Formação da Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Goiânia, no Centro Loyola de Fé e Cultura.
No início das atividades, pela manhã, o diácono Ramon Curado, coordenador da PCr arquidiocesana, saudou os participantes. Na sequência, a agente pastoral Tatiane Almeida conduziu um momento de oração e houve, ainda, a acolhida de todos por Maria das Dores, coordenadora do Centro Loyola.
Padre Fiorello Collet proferiu uma palestra sobre textos bíblicos que servem de base para a missão da Pastoral Carcerária.
Depois, Irmã Petra Silvia Pfaller, vice-coordenadora da PCr Nacional, falou sobre as estruturas, normas e práticas que regulamentam o funcionamento da Pastoral Carcerária, que é uma pastoral, uma representação da Igreja junto aos cárceres, devendo portanto ser composta por pessoas inseridas na Igreja Católica. Em nível nacional, a PCr se vincula à CNBB, nas regiões aos regionais da CNBB, e nas (Arqui)dioceses aos bispos das igrejas locais.
A programação da tarde foi iniciada com oração e depois se passou à formação de grupos de discussão a respeito dos objetivos da Pastoral. Houve explicações da Irmã Petra; apresentação do setor de saúde da PCr em Goiânia, com a agente Gilene Coelho Santos; explanação das políticas públicas para o Sistema Prisional do Estado de Goiás, pela Dra. Albelia Covolo Gomes (Dra. Alba), da sub coordenação de Atenção à Saúde no Sistema Penitenciário da Secretaria de Estado da Saúde; e apresentação do trabalho do setor jurídico da Pastoral em Goiânia, pela agente Luciana Martins Amaral.
Interna inferior encontro GoianiaHouve, ainda, explanações da Irmã Maria José Monteiro e da Irmã Jean Bellini sobre os trabalhos desenvolvidos no sistema prisional de Aparecida de Goiânia, e uma homenagem foi prestada à Irmã Maria José Monteiro (Mazé), que por dez anos coordenou a PCr de Goiânia e agora se afasta para missões de sua ordem religiosa.
Ao final do encontro, uma oração de graças a Deus foi feita com todos de mãos dadas e houve agradecimentos a cada participante, destacando-se o grupo de estudantes da PUC Goiás, liderado pelo professor Júlio Mesquita, e o grupo de jovens que se dedicam à Pastoral de Rua, liderados por Thiago Bueno da Silva e pelo diácono Max, do Setor Juventude da Arquidiocese de Goiânia.

DEIXE UM COMENTÁRIO