Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

E a saúde da mulher presa, como vai?

 em Mulher Encarcerada

Capa_interna_mulher_presaNo dia a dia das prisões, as mulheres enfrentam dilemas e fragilidades na área de saúde em momentos diversos como quando estão doentes ou grávidas e também em situações mais delicadas, como no caso do tratamento de uma DST e de transtornos mentais.

A atenção a esses aspectos é tratada no artigo “Saúde da Mulher Presa”, elaborado pelo Padre Almir José Ramos, assessor nacional de saúde da Pastoral Carcerária, a partir do manual Atenção à saúde da Mulher privada de liberdade.

“Os agravos decorrentes do confinamento podem potencializar doenças psicossociais. Os profissionais que atuam nesses locais deveriam ter um olhar atento para a identificação de possíveis transtornos mentais e para o uso de álcool e de outras drogas. Assim, o impacto que a situação de privação da liberdade tem sobre as mulheres pode desencadear transtornos mentais ou potencializar os já existentes (SANTOS; BERMUDEZ, 2012)”, consta em um dos trechos do artigo.

Em outro trecho, o assessor nacional de saúde da PCr relembra que “o trabalho desenvolvido pelas equipes de Atenção Básica é fundamental para a prevenção de doenças, o diagnóstico precoce e o acompanhamento das mulheres. Não deve ser diferente para as equipes de saúde nas prisões. Assim, entre as ações desenvolvidas na rotina dessas equipes, destacam-se aquelas relacionadas ao controle dos cânceres do colo de útero e de mama”.

O Padre ainda lista uma série de doenças que afetam as mulheres presas e merecem destaca atenção como a tuberculose, doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade.

 

CLIQUE E LEIA A ÍNTEGRA DO ARTIGO

 

 

 

 

 

FAÇA PARTE DA PASTORAL CARCERÁRIA

Recommended Posts

Deixe um comentário