Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Em Santa Catarina, ano de 2016 é de maior articulação da PCr nas dioceses

 em Igreja em Saída

PCR SANTA CATARINAA formação permanente de seus membros e o fornecimento de capacitação para novos agentes, aliada à melhor articulação da Pastoral Carcerária entre as dioceses foram as marcas especiais da PCr de Santa Catarina, na opinião do Padre Almir José de Ramos, coordenador estadual.

Em entrevista ao Site da PCr Nacional, Padre Almir enfatizou que em relação a 2015 houve significativo avanço “na visita em todas as dioceses e articulação com as mesmas”.

A PCr catarinense também dedicou especial atenção à vivência do Ano Santo extraordinário da Misericórdia. A temática da misericórdia foi o enfoque do retiro estadual. Além disso, foi viabilizada a construção da Casa do Egresso, em Florianópolis (SC) e organizada de modo detalhado a celebração do Jubileu dos Presos, atendendo ao pedido do Papa Francisco.

A respeito do Jubileu dos Presos, a Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Florianópolis, por exemplo, preparou um folder informativo com detalhes sobre a celebração que se realizou em 6 de novembro e em algumas dioceses, como em Criciúma, os bispos celebraram o jubileu diretamente nas unidades prisionais.

O ano de 2016 também será marcado como o da consolidação dos cursos de Justiça Restaurativa em Santa Catarina. “Concluímos com êxito a 2ª turma do curso de Justiça Restaurativa”, ressalta o Padre Almir, que ainda comemora o fato de neste ano ter seguido com um bom diálogo com o Departamento de Administração Prisional (Deap), e de ter disseminado os conceitos da Agenda Nacional pelo Desencarceramento, cuja meta central é o alcance de um mundo sem prisões e sem violações de direitos.

Para 2017, Padre Almir assegura que a prioridade da PCr de Santa Catarina é a “revisão do regimento interno estadual e elaboração do regimento nas dioceses”. Ele também espera que a coordenação nacional da PCr esteja ainda mais presente nas dioceses e nos estados.

Últimos posts

Deixe um comentário