PCr de Sergipe tem encontro com o secretário estadual de Justiça

 Em Notícias

AracajuA Pastoral Carcerária de Sergipe esteve reunida em 10 de setembro com o secretário de Justiça de Sergipe, Antonio Hora, na cúria metropolitana de Aracaju, com a presença do arcebispo coadjutor, Dom Frei João Costa, além de padres, funcionários da mitra e os agentes da Pastoral, Rita, Ana Lúcia e Magal, este último coordenador estadual da PCr.
Entre os assuntos tratados na reunião, a Pastoral Carcerária enfatizou a necessidade de evangelizar aos finais de semana, pois é quando a maioria do voluntariado tem disponibilidade de visitar os presídios. Essa demanda se apresenta ainda mais urgente, pois em 19 de setembro, após a etapa final do curso de formação para novos agentes, estes serão distribuídos para atuação evangelizadora nas unidades prisionais mais próximas de suas residências e apresentarão a disponibilidade de tempo para tal atividade.
Também foram citados alguns problemas pontuais em algumas unidades, como a atual periodicidade quinzenal das visitas no Presídio Feminino (fora da normalidade semanal), a baixa frequência de internos quando das visitas na unidade privatizada de Aracaju (em função da dificuldade imposta no deslocamento dos pavilhões até a sala de reuniões), entre outras questões. Os integrantes da Pastoral elencaram ao secretário os dispositivos legais que garantem o trabalho de evangelização nas unidades prisionais, e o direito dos presos de participar dos momentos de evangelização.
O secretário Antonio Hora anotou todas as reivindicações e se comprometeu a conversar com sua equipe para atendê-las. Também disse que analisaria o pedido da PCr para que os novos agentes visitem, em 19 de setembro, o presídio instalado no município de São Cristóvão (SE), como complemento do curso de formação.
Foi proposta, ainda, a redação de um documento para que se dê a devida atenção ao trabalho de evangelização da Pastoral Carcerária, com base no Acordo bilateral Brasil – Santa Sé. Este documento será assinado em solenidade futura, em data a ser agendada.

(Com informações da PCr de Sergipe)

FAÇA PARTE DA PASTORAL CARCERÁRIA

DEIXE UM COMENTÁRIO