Justiça Restaurativa: um caminho ao mundo sem cárceres

 Em Justiça Restaurativa, Notícias

No áudio a seguir, Vera Dalzotto, assessora da Pastoral Carcerária Nacional para a questão da Justiça Restaurativa (JR), fala sobre os princípios e métodos que guiam essa forma de se pensar e viver.

“A Justiça Restaurativa é um contraponto à justiça punitiva que conhecemos, com o foco em punir o passado.

O foco principal da Justiça Restaurativa é no futuro. Ela trabalha com o reconhecimento, a responsabilidade e a reparação, para acontecer a reconexão. A JR trabalha o diálogo e a escuta ativa, através da historicidade de cada um.

O maior aplicador da teoria, vivência e da prática restaurativa é o próprio Jesus. Na passagem da Samaritana por exemplo, e por toda a sua história, Jesus age por meio do diálogo e da escuta. A Justiça restaurativa trabalha através de círculos: círculos de paz, apoio, reconexão, apoio, celebração.

No RS, a PCr do estado está se organizando para oferecer curso aos agentes da pastoral que desejarem essa formação, e a nivel nacional temos 18 estados fazendo essa formação, desde março do ano passado.

A JR é a uma das saídas que a PCr Nacional aponta, dentro da Agenda Nacional pelo Desencarceramento”.

Leitura para esta semana: Justiça Restaurativa e Aboliscionismo – Daniel Silva Achutti

DEIXE UM COMENTÁRIO