Vozes marcadas pelo cárcere: o sofrimento dos familiares após o Massacre do Carandiru

 Em Combate e Prevenção à Tortura, Notícias

Neste sábado, dia dois de outubro, o massacre do Carandiru completa 29 anos. A brutalidade do massacre entrou para a história do país, e escancarou para a sociedade a barbárie existente no sistema prisional.

É pela memória dos que morreram e pela dor dos que hoje sofrem que seguimos na luta por um mundo sem cárceres.

Quase 30 anos depois, o Carandiru ainda vive, nos muitos massacres e violações de direitos que continuam a acontecer atrás das grades.

A Pastoral Carcerária conversou com uma familiar de um sobrevivente do Carandiru, que esteve na porta do presídio logo após o fim do massacre, que nos contou o sofrimento dos familiares para identificar os corpos dos seus entes queridos, assim como a dor de visitar os sobreviventes no dia seguinte ao massacre. Confira o depoimento dela na íntegra:

 

DEIXE UM COMENTÁRIO