Pastoral Carcerária irá realizar encontro nacional de coordenadores

 Em Igreja em Saída

Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não
se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.”(Gálatas, 5,1)
Amigas/os e companheiras/os coordenadoras/es estaduais.
Estamos fechando mais um ano de trabalhos e iniciando mais um Tempo do Advento fecundo de esperança e de Vida. Caminhamos, como Igreja, vivendo as alegrias, as tristezas, as esperanças e as angústias do Povo de Deus (cf. Gaudium et Spes), especialmente da população carcerária, das suas famílias e de todas as pessoas vítimas do Estado Penal e das injustiças socioeconômicas (cf. Medellín, Aparecida e Evangelii Gaudium).
Como seguidoras/es de Jesus e membros da Pastoral Carcerária, iniciaremos o ano de 2018 fazendo memória das chacinas ocorridas em janeiro de 2017 em Manaus, Boa Vista e Alcaçuz, como também dos massacres promovidos pelo encarceramento em massa, registrados em diferentes locais, como mais recentemente em Cascavel/PR. Profeticamente, devemos denunciar o torturador sistema carcerário e anunciar a boa notícia da liberdade e do mundo sem prisões.
Para a Pastoral Carcerária o ano de 2018 também será marcado por mais uma Assembleia Nacional eletiva, momento especial de celebrar e avaliar a caminhada e projetar as ações para o próximo período.

A Pastoral Carcerária Nacional propõe que a Assembleia Nacional seja vivenciada e meditada durante todo o ano. Para isso, realizaremos um encontro nacional como um momento de preparação e animação para a assembleia. O Encontro Nacional terá o tema “Fortalecer a Mística para viver a profecia em tempos de Encarceramento em Massa”, com o lema “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.(Gálatas 5,1)”. Os objetivos do encontro são os seguintes:

  1.      Aprofundar a preparação das/os participantes da Assembleia Nacional da Pastoral Carcerária de 2018, fortalecendo e intensificando a coesão da Pastoral Carcerária;
  2.      Comprometer e sensibilizar todas/os agentes de pastoral do Brasil em relação às lutas estruturais que a PCr deve assumir, sempre orientada por sua identidade de pastoral social da CNBB;
  3.      Fortalecer e avançar no comprometimento místico e militante da PCr a partir das Escrituras, da memória histórica e de uma autêntica eclesiologia latino-americana.

O Encontro Nacional da Pastoral Carcerária ocorrerá nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro de 2018, na Casa de Retiros Assunção, Avenida L2 norte 611 E Sgan, em Brasília. É muito importante que as/os participantes deste encontro sejam as/os coordenadoras/es estaduais que estarão presentes na Assembleia Nacional, que acontecerá entre os dias 30 de novembro e 02 de dezembro, já que ela faz parte de um processo que, como já dito, inicia-se e pressupõe o Encontro de fevereiro.
O nacional custeará as despesas com transporte e hospedagem de uma pessoa por estado. Para garantir este auxílio é necessário enviar a ficha de inscrição anexa preenchida até 10/01/2018.
Orientamos às/aos participantes do Encontro Nacional que releiam e estudem: os documentos das Conferências de Medellín e Aparecida; os documentos do Papa Francisco Evangelii Gaudium e Laudato Si’; o documento 105 da CNBB – “Cristãos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade”, e a Agenda Nacional pelo Desencarceramento .
Iluminados pelos 50 anos da Conferência de Medellín, pedimos que Nossa Mãe Aparecida continue caminhando conosco e guiando nossas ações, sempre buscando um mundo sem cárceres!
Pastoral Carcerária Nacional

DEIXE UM COMENTÁRIO