Ao jornal da Arquidiocese de SP, padre Valdir analisa julgamento do Carandiru