Sofrer distante dos filhos é a realidade de 78% das presas em Goiás