30 mil pessoas privadas de liberdade fazem prova do Enem