Nota Pública da PCr de GO: De volta às catacumbas – “Minha cela, minha vida”