Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

“Unidade na diversidade” é tema da assembleia da PCr no Mato Grosso do Sul

 em Notícias

Mato_grosso_do_sulComeça na sexta-fera, 5 de junho, e segue até domingo, dia 7, a assembleia formativa da Pastoral Carcerária no Regional Oeste I da CNBB, que será realizada na Paróquia-catedral Nossa Senhora de Fátima, em Jardim, no Mato Grosso do Sul.

A assembleia terá por tema “Unidade na Diversidade”, e como lema “Unidos para servir e superar os desafios atuais”. Segundo a coordenação estadual da PCr, a expectativa é que cada diocese do Regional envie de dois a três representantes.

“A Pastoral Carcerária é uma pastoral social específica da Igreja Católica que está ligada diretamente a CNBB, cujo surgimento se deu com o próprio Jesus Cristo, que foi preso, humilhado, julgado, torturado e crucificado”, consta no convite para a Assembleia. “O agente da Pastoral Carcerária é a presença da Igreja Católica dentro dos cárceres, sendo a presença amorosa de Jesus Cristo num mundo desumano e cruel, que não nos pergunta o que fizemos e nem por que fizemos, mas apenas nos ama com grande amor e nos pede: vá e não peques mais!”.

A Assembleia será a oportunidade para os agentes da PCr aprimorarem a formação, partilharem experiências e refletirem sobre como melhor se organizarem e se ajudarem mutuamente num trabalho em rede em todo o estado e junto à coordenação nacional.

No primeiro dia, na sexta-feira, 5, os representantes de cada diocese apresentarão dados da população prisional em sua região, o número de agentes da pastoral em cada unidade; e os avanços e dificuldades nos trabalhos que realizam.

O sábado, dia 6, será intenso em atividades formativas. O Padre Almir José Ramos, assessor nacional da Pastoral Carcerária para a área da saúde, falará sobre os temas “Mística da Pastoral Carcerária: força impulsora para a missão”, “A conduta do Agente da PCr nas prisões” e “O papel humanitário do Agente da PCr”; e ainda fará uma análise de conjuntura sobre o sistema penitenciário brasileiro e a questão da saúde.

No mesmo dia, Paulo Cesar Malvezzi, assessor jurídico nacional da PCr, tratará sobre as “noções básicas do direito do preso (LEP) quanto à assistência religiosa e outros direito –  aplicação da resolução de novembro 2011”, refletindo sobre o que pode ser feito para que a lei seja cumprida. Já a Irmã Petra Silvia Pfaller, coordenadora da Pastoral Carcerária para a Questão da Mulher Presa, refletirá sobre “O que fazer para contribuir no combate e prevenção à tortura e outros tratamentos cruéis ou degradantes”.

As atividades do domingo, dia 7, terão início às 7h, com a missa presidida por Dom João Gilberto, bispo da Diocese de Jardim. Na sequência, Gisele Marques, psicóloga do sistema prisional, falará sobre “A subjetividade do encarcerado, como lidar?”, apontando para o que a psicologia no sistema prisional oferece para que o preso se liberte de estigmas; o que existe terapia social; como a assistência religiosa pode ajuda-lo neste processo; e como deve ser a conduta do agente de pastoral no cárcere.

Também haverá um momento formativo sobre a Escola de Perdão e Reconciliação (ESPERE), além da avaliação geral das atividades e a escolha da data e do local da próxima assembleia. Saiba mais detalhes do evento, por meio do telefone (11) 3243-1163, com o Padre Benedito, coordenador diocesano da Pastoral Carcerária.

Recommended Posts

Deixe um comentário