Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

PCr de Natal entrega documento ao governo eleito do Rio Grande do Norte

 em Notícias

Interna Entrega do documentoA Pastoral Carcerária da Província Eclesiástica de Natal, que envolve a Arquidiocese de Natal e as dioceses de Mossoró e Caicó, entregou, em 10 de dezembro, um documento à equipe de transição do governador eleito, Robinson Faria (PSD), traçando um panorama do sistema prisional do estado e propondo algumas soluções para a melhoria das prisões.

“Como é do conhecimento público, o Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte, como o do país, passa por problemas e dificuldades que estão vinculadas à ausência de políticas públicas na área de segurança e do sistema de justiça criminal e penitenciária que apresentam como consequências grandes deficiências no atendimento às necessidades básicas de que têm direito os presos, falta de espaço digno e suficiente para abrigá-los, a falta de valorização e cuidados com os servidores do sistema, o número insuficiente de agentes para a grande demanda de internos, isto agravado pela falta de planejamento da execução e a distribuição espacial e inadequação das unidades, da quantidade de servidores em desvio de funções e da falta de preparo profissional de gestores e servidores e dos muitos problemas que resultam em descompassos e conflitos diversos”, consta em um dos trechos do documento.

O panorama sobre o sistema prisional do Rio Grande do Norte é detalhado quanto às condições de infraestrutura, superlotação carcerária, deficiências na assistência em alimentação, saúde, aspectos jurídico, social e educacional, dificuldades para a realização da assistência religiosa e atos violentos contra os presos.

O documento foi entregue pelo coordenador estadual da Pastoral Carcerária, Geraldo Vanderlei, ao vice-governador eleito, Fábio Dantas, durante audiência na Assembleia Legislativa. O arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha também esteve presente na solenidade, que contou ainda, com a entrega de outros documentos de entidades da sociedade civil organizada.

De acordo com o arcebispo, o sistema prisional atual se mostra como o último estágio de um processo de degradação social. “A atividade humana mais gratificante para a sociedade, é aquela em que tem como base, os princípios humanos. Então, este documento entregue pela Pastoral Carcerária representa um mecanismo de luta e de mudança das políticas que são praticadas atualmente. Tem-se a consciência de que o preso não tem saída, mas, é preciso que nós, enquanto cristãos, mostremos que há esperança, de uma mudança e transformação deste ser humano”, enfatizou.

Últimos posts

Deixe um comentário