Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Pastoral Carcerária viabiliza o batismo de bebês e mulheres em presídios

 em Notícias

Capa_Batismo_ParaA Pastoral Carcerária articulou, em 10 de maio, uma cerimônia de Batismo coletivo na Unidade Materno Infantil da Susipe (UMI), em Ananindeua, no Estado do Pará. Na oportunidade, três mulheres presas e cinco bebês foram batizados.

Os batismos aconteceram durante a missa, presidida pelo padre Vicente Cabral, que ressaltou o Batismo como símbolo de mudança de vida. O evento foi parte da Semana do Encarcerado, iniciada em 12 de maio.

De acordo com o diácono Ademir da Silva, a Pastoral Carcerária já realiza o trabalho de assistência religiosa na UMI e partiu das mães o desejo de que seus filhos recebessem o sacramento do Batismo.

Interna_inferior_batismo_para“O Batismo foi organizado também em função do tema da Semana do Encarcerado deste ano, que reflete sobre a justiça restaurativa a partir da mediação de conflitos, penas alternativas e de atividades humanizadoras da realidade carcerária. O Batismo dessas crianças e internas é uma forma de resgatar a dignidade social, moral e cristã. Esse trabalho que realizamos hoje é uma parceria que a Arquidiocese de Belém oferece para ajudar no acompanhamento destas crianças através dos padrinhos voluntários que estão além-muros, além de ser um momento de reinserção”, ressaltou o diácono.

A funcionária pública Bernadete Cerveira, madrinha voluntária de um dos bebês, afirmou: “É um momento muito importante porque a criança está sendo apresentada como filha de Deus. Como mãe, eu também me coloco no lugar delas e me compadeço, além de praticar a solidariedade, que Cristo nos deu como exemplo”.

“É um momento muito importante, pois eu também fui batizada quando criança e quero que a minha filha passe pela mesma experiência”, comentou uma das presas. “Foi ótimo poder ter essa oportunidade junto com meu filho, pois é importante ter uma religião. Quero ensinar meu filho a andar no caminho certo”, comentou outra.

Ao final da cerimônia, a equipe da Pastoral Carcerária distribuiu flores entre as internas, em alusão ao Dia das Mães.

Fonte: Agência Pará de Notícias

Recommended Posts

Deixe um comentário