Pastoral Carcerária está reunida em assembleia nacional

 Em Notícias

Interna assembleia PCREntre 7 e 9 de novembro, na Casa de Retiros Cenáculo, em Belo Horizonte (MG), a Pastoral Carcerária realiza sua assembleia nacional, que terá como tema “Evangelização e dignidade humana por meio da presença da Igreja nos cárceres através das equipes de pastoral na busca de um mundo sem cárceres!”,
A Assembleia deste ano é eletiva, ou seja, com votação para coordenação nacional e apresentação de relatórios da coordenação atual, presidida, desde a última assembleia eletiva em 2010 (foto), pelo Padre Valdir João Silveira.
Cada estado onde há grupos de Pastoral Carcerária está sendo representando por duas pessoas, na maioria dos casos pelo coordenador e o vice-coordenador estadual.
Nos momentos deliberativos da assembleia nacional, somente têm direito a voz e voto um coordenador de cada estado e o coordenador nacional, já nos momentos que não forem deliberativos, qualquer pessoa inscrita pode participar.
Conforme o Regimento Interno da Pastoral Carcerária, a assembleia nacional ocorre a cada dois anos com a finalidade de tratar das linhas, projetos e definições da Pastoral Carcerária em nível nacional; avaliar os relatórios trazidos pelos coordenadores regionais, estaduais e nacionais; e eleger, a cada quatro anos, os membros da coordenação nacional – coordenador, vice, e coordenadora nacional para a mulher presa – com mandatos de quatro anos, passíveis de uma reeleição consecutiva.
A coordenação nacional da Pastoral Carcerária também é composta por um bispo referencial, designado pela CNBB, para um mandato sem limite de tempo. Atualmente, este bispo é Dom Pedro Luiz Stringhini, bispo de Mogi das Cruzes (SP).

DEIXE UM COMENTÁRIO