Na Arquidiocese de São Paulo, PCr planeja ações do ano

 Em Notícias

A coordenação arquidiocesana da Pastoral Carcerária se reuniu, em 7 de fevereiro, para traçar as principais linhas de ação deste ano. O encontro foi iniciado com uma breve análise da conjuntura do sistema prisional, com destaque para o crescimento acelerado da população carcerária no País. Após relembrar as ações dos últimos anos e ter em conta as observações dos agentes pastorais ao final 2013, se estabeleceu três frentes de ação para 2014.
DIGITAL CAMERAUma delas é a visita aos cárceres, tendo atenção à formação e preparação dos agentes para execução dos trabalhos com enfoque na Justiça Restaurativa, Catequese, Estudo Bíblico e Evangelização Cristã.
O trabalho com egressos, familiares, paróquias e comunidades também será destacado, auxiliando egressos e seus familiares na obtenção de direitos básicos. Ao mesmo tempo, se estimulará nas paróquias e comunidades reflexões sobre a realidade carcerária também para conseguir novos agentes e colaboradores da Pastoral.
Outro enfoque das ações será o combate ao encarceramento em massa, o fim da tortura e a democratização de acesso ao Judiciário. Os agentes pastorais serão convidados a refletir sobre a conjuntura excludente e punitiva, especialmente sobre os pobres, jovens e negros.
Para atingir tais objetivos, serão criadas equipes para trabalhar e refletir temas específicos sobre tais realidades.
Participaram do encontro o coordenador arquidiocesano e nacional da Pastoral, padre Valdir João Silveira; o vice-coordenador, Marcelo Naves; o secretário arquidiocesano, Deyvid T. Livrini Luiz; os coordenadores nas regiões episcopais – padre Eugênio Luiz de Barros (Sé), Eliana Rocha (Santana) e Nice Rocha (Brasilândia) -; os agentes de pastoral Durval Dutra, Catarina Heinolde e Caroline Braga; a advogada Ana Beatriz Guimarães Passos e o secretário estadual da Pastoral, Adolfo Oliosi.
No sábado, 15 de fevereiro, das 8h30 às 11h30, haverá a primeira reunião de formação continuada para agentes da Pastoral Carcerária arquidiocesana. “Iremos refletir e partilhar nossas experiências, buscando cada vez mais o aperfeiçoamento de nossa missão evangelizadora nos cárceres”, comenta o padre Valdir.
A atividade será no Centro Pastoral São José (Avenida Álvaro Ramos, 366, próximo ao metrô Belém), e também tratará sobre o novo manual de formação cristã da pastoral, “Agentes da Pastoral Carcerária – Discípulos e Missionários de Jesus Cristo”.

DEIXE UM COMENTÁRIO