Em Sobral (CE), Pastoral Carcerária estimula que presos tenham hábito de leitura

 Em Notícias

Há dois meses, presos da ala A da Cadeia Pública de Sobral, cidade do noroeste cearense, estão sendo estimulados à prática de leitura através do projeto “Doe um livro evangelizador e torne um presidiário livre”, de iniciativa da Pastoral Carcerária da Diocese de Sobral.
Todos os sábados, os agentes da pastoral expõem livros com conteúdo religioso e/ou evangelizador para que os internos possam escolhê-los para a leitura. Uma semana depois, o preso entrega o livro e relata o que aprendeu e como isso poderá ser aplicado na própria vida.
De acordo com Silvana Maria Paiva Carneiro, integrante da pastoral em Sobral, mais conhecida como Vana, a experiência tem permitido que os presos desenvolvam valores “de partilha, linguagem espiritual avançada e vontade de mudar de vida”. Especialmente no que se refere à partilha, ela destaca que quando algum dos internos deixa a cadeia, acaba repassando o livro para outro colega de cela.
A iniciativa da PCr de Sobral tem o apoio da Congregação das Filhas de Santana e da Comunidade Rainha da Paz, onde, aliás, o projeto teria surgido de um modo especial. “O Edilberto Neto, membro da pastoral e também da Comunidade Rainha da Paz, estava em oração diante do santíssimo quando se aproximou dele a Katiane Linhares [outra integrante da comunidade] e deu a ideia do projeto”, recorda-se Vana.
Vana não tem dúvidas que essa atividade junto aos presos de Sobral está em plena sintonia com a missão da Pastoral Carcerária, pois para ela, “trata-se de anunciar o Evangelho para os encarcerados, resgatando-os para os valores humanos, educando-os para a fé e reinserindo-os na sociedade”, comenta.
 

DEIXE UM COMENTÁRIO