Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Em Londrina (PR), missão de seminarista volta atenções a familiares de presos

 em Notícias

PCr LondrinaA Pastoral Carcerária de Londrina, nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2015, em parceria com os seminaristas da Arquidiocese escolheram a região sul de Londrina, que concentra três penitenciárias estaduais, para desenvolverem o projeto missionário.

Foi realizada uma atividade de acolhimento aos familiares que visitam os presos na Penitenciária Estadual de Londrina e na Casa de Custódia de Londrina devido à proximidade das duas unidades. Nesse dia, os seminaristas com os agentes da Pastoral Carcerária conversaram informalmente com os familiares que foram apontando as suas dificuldades do dia a dia na porta de um presídio.

Importante ressaltar que a grande maioria dos visitantes são mulheres que acordam de madrugada para fazer os quitutes autorizados para entrar e ser uma das primeiras na fila de espera. Foram servidos café, lanche, bolo, leite e chá, fato que inicialmente fez com que as visitantes ficassem desconfiadas, mas, logo ao compreenderem a proposta, se achegaram e houve momentos de muita conversa.

Antes de as pessoas entrarem, os seminaristas fizeram uma oração para que a visita fosse o mais tranquila possível. A iniciativa contou também com a participação do grupo de apoio aos defensores públicos de Londrina e Centro de Direitos Humanos. A presença de defensores públicos que entregaram panfleto com esclarecimento sobre o que fazem e os dias de atendimento direcionado diretamente aos familiares de presos na defensoria, juntamente com o Comitê Londrinense de Direitos Humanos ajudou a aproximar os familiares e a ação conjunta representou um avanço na articulação dos órgãos de defesa.

O grupo constatou que uma das principais reclamações dos familiares dos presos é a falta de um local coberto na frente da unidade para abrigo enquanto esperam a abertura para a visita. A Pastoral Carcerária entrou em contato com a direção da Unidade e esta informou sobre a dificuldade de conseguir a cobertura para o espaço. Diante disso, a Pastoral se encarregou de fazer uma campanha junto as Paróquias da cidade para arrecadar fundos para a construção desse espaço, sendo informado aos familiares este compromisso.

Considerando o resultado positivo da ação conjunta com os órgãos – Comitê Pró-Defensoria, Centro de Direitos Humanos, Pastoral e Seminaristas – a PCr está articulando com a Paróquia mais próxima da região a possibilidade desta ação ser contínua, considerando que os familiares aprovaram a iniciativa que atendeu à Penitenciária Estadual de Londrina 2, com capacidade para 960 presos e que comporta aproximadamente 1.150 presos e a Casa de Custódia de Londrina, com capacidade para 288 presos provisórios e na data contava com 452.

Recommended Posts

Deixe um comentário