Em assembleia, PCr do Espírito Santo reflete missão e visita presos

 Em Notícias

Interna_superior_Assembleia_PCr_Espirito_Santo“Encarceramento e Tráfico Humano” foi o tema refletido pelos 90 participantes da 7ª Assembleia da Pastoral Carcerária do Espírito Santo, realizada de 18 a 20 de julho na cidade de São Mateus (ES), reunindo os agentes locais da Pastoral e também os que atuam com a PCr na Arquidiocese de Vitória e nas dioceses de Cachoeiro de Itapemirim e Colatina, além de agentes diocesanos de Caratinga (MG) e Belo Horizonte (MG).
CLIQUE E VEJA AS FOTOS
No início dos trabalhos, na noite de sexta-feira, houve um momento de oração e breve partilha das experiências da ação pastoral. Na sequência, dom Zanoni Demettino Castro, bispo de São Mateus, acolheu a todos os participantes e disse estar feliz por receber o encontro. “Poder refletir sobre a Pastoral Carcerária é também refletir sobre a dignidade humana, é lembrar que Deus ama a todos sem distinção”, afirmou.
Ainda no primeiro dia, padre Edivaldo Luís Klipel, coordenador diocesano da Pastoral, conduziu uma dinâmica de acolhida, e o padre Valdir João Silveira, coordenador nacional da PCr, saudou os participantes. Na manhã do sábado, padre Valdir voltou a falar aos agentes, já refletindo sobre a temática do encontro e também contando experiências sobre a prática da Justiça Restaurativa. Ele destacou que tal iniciativa volta atenção maior para a restauração da dignidade e da humanidade da pessoa encarcerada.
Interna_inferior_Assembleia_PCr_Espirito_SantoTambém no sábado, os participantes visitaram a Penitenciária Regional de São Mateus e o Centro de Detenção Provisória instalados no município. Divididos em três grupos, eles tiveram oportunidade de conhecer a realidade do sistema e o trabalho da pastoral na Diocese.
No mesmo dia também houve uma apresentação cultural com os adolescentes do Projeto Araçá. Logo após, aconteceu a assessoria do Grupo de Trabalho Interconfessional (GINTER) – pertencente à Secretaria de Estado da Justiça do Estado do Espírito Santo; com a Defensoria Pública da Comarca de São Mateus – que tratou sobre a regulamentação da assistência religiosa no estado do Espírito Santo, com explicações do defensor público Dr. Aurélio Broseghini, do diretor adjunto do Presídio Regional de São Mateus, Gilmar Almeida, e dos agentes penitenciários Fagner Gleison de Oliveira e Aline Ozório Venturini.
A conclusão da assembleia, no domingo começou com a missa, às 7h, na Catedral de São Mateus (também transmitida pela rádio Kairós), com canções interpretadas pelo coral de presas e presos do Presídio Regional de São Mateus. Ao final do evento, houve ainda um momento para que as dioceses se reunissem a fim de planejar atividades.
Na avaliação da coordenadora estadual da Pastoral Carcerária, Camille Poltronieri Santana, o evento foi um sucesso e a “participação das dioceses, mandando os seus representantes, é uma prova de que a Pastoral está caminhando e que já podemos perceber os frutos deste trabalho”.
Camille ainda recordou dois detalhes: as lembrancinhas e bolsas distribuídas na assembleia, bem como os brindes sorteados foram todos confeccionados pelos internos e internas das unidades prisionais de São Mateus; e os participantes saborearam comidas típicas da região, todas doadas pela comunidade local e empresas patrocinadoras, o que reduziu o custo da assembleia e dos valores das inscrições.
Fontes: Diocese de São Mateus e Pastoral Carcerária do Espírito Santo

DEIXE UM COMENTÁRIO