Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Em assembleia, PCr da Paraíba avalia avanços e perspectivas de ação

 em Notícias

Encontro estadual PCR PatosO Centro de Treinamento Santo Antônio, na Diocese de Patos (PB), foi o local escolhido para a assembleia estadual da Pastoral Carcerária da Paraíba, realizada de 10 a 12 de abril, com a participação de 50 pessoas representando as dioceses de Cajazeiras, Patos, Campina Grande e Guarabira.

Segundo o coordenador diocesano da Pastoral Carcerária na Diocese de Patos, José Pereira de Andrade, a atividade teve como objetivos aperfeiçoar conhecimentos relacionados à assistência aos presos e vivenciar momentos de espiritualidade, para fortalecer a ação dos grupos de Pastoral Carcerária.

Na abertura das atividades, no dia 10, o bispo de Patos, Dom Eraldo Bispo da Silva, acolheu a todos os participantes e proferiu palestra sobre os fundamentos da PCr.

No sábado, dia 11, a programação teve prosseguimento com palestras proferidas pela juíza doutora Isabela Joseane, da 1a Vara do Tribunal do Júri, e pelo juiz doutor Ramonilson Alves, da Vara de Execuções Penais.

“Em encontros como esses afloraram temas teóricos e práticos que nos dão subsídios, ferramentas, para enxergar bem os problemas e tentar corrigi-los. É preciso ficar claro que o direito do preso não se choca com nenhum direito da sociedade. Não se pode pôr em campos distintos e contrários situações que não existem. Há toda uma situação harmônica, de modo que assegurar os direitos do preso é assegurar os direitos da própria sociedade e do convívio”, afirmou o juiz doutor Ramonilson Alves, em entrevista à Rádio Espinharas, de Patos.

Ainda no sábado, a Irmã Socorro Dantas, vinda do Ceará, apresentou a experiência da Escola de Perdão e Reconciliação, iniciativa que estimula o diálogo com presos e familiares dos presos e das vítimas. Os participantes vivenciaram um momento de confraternização e partilha, animado por Lúcia do Acordeom e o seu conjunto de forró.

A manhã do domingo foi destinada ao conhecimento da realidade da Pastoral Carcerária nas quatro dioceses da Paraíba que participaram do evento. Foi um momento de olhar os avanços, desafios e perspectivas.

“Essa assembleia estadual aqui em Patos foi um atividade para refletir, para avaliar, para planejar e fazer questionamentos, tendo uma parceria muito boa com os juízes, que apresentaram a realidade da lei com a realidade nua e crua, que envolve sentimentos humanos, desejos e anseios dos familiares dos presos e também das vítimas, porque a Pastoral Carcerária não olha só para o detento, mas também tem um olhar para as situações das vítimas de como se pode acompanhá-las”, afirmou Dom Eraldo em entrevista.

O encontro foi encerrado ao meio dia do domingo com uma missa concelebrada pelos padres Mendes, da Diocese de Cajazeiras; Romildo, da Diocese de Guarabira; e pelo Padre Bosco Nascimento, coordenador da Pastoral Carcerária na Província da Paraíba e presidente do Conselho Estadual dos Direitos Humanos.

 

Fonte: Diocese de Patos e Rádio Espinharas

Recommended Posts

Deixe um comentário