Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Dom Otacílio tem primeira reunião com coordenação nacional da PCr

 em Notícias

Interna dom otaclioNos dias 22 e 23 de julho ocorreu, em São Paulo, a reunião da coordenação nacional da Pastoral Carcerária (PCr), a primeira com a presença do novo bispo referencial nacional, Dom Otacílio Luziano da Silva, bispo de Catanduva (SP).

Antes disso, nos dias 20 e 21 de julho, Dom Otacílio participou de reuniões com membros da assessoria nacional da Pastoral e com Padre Valdir João Silveira, coordenador nacional da PCr, e o Padre Gianfranco Graziola, vice-coordenador nacional. O Bispo teve contato com os projetos e a organização da Pastoral nos estados e, principalmente, com as ações desenvolvidas com o objetivo de combater o encarceramento em massa.

A Agenda Nacional pelo Desencarceramento (http://carceraria.org.br/agenda-nacional-pelo-desencarceramento.html) teve lugar central no planejamento das atividades pastorais, reafirmando a caminhada da PCr em vista de um mundo sem cárceres. A Agenda já era de conhecimento de Dom Otacílio, que já havia acompanhado a construção da “Agenda de Desencarceramento e Desmilitarização para o Estado de São Paulo” (http://carceraria.org.br/junto-a-entidades-pcr-lanca-agenda-paulista-pelo-desencarceramento-e-desmilitarizacao.html) como bispo referencial da Pastoral Carcerária do Regional Sul 1.

Dentre as pautas da reunião, destacaram-se: a atuação da PCr no enfrentamento à tortura, resgatando o acúmulo do seminário nacional “Tortura e Encarceramento em Massa” (ocorrido em junho deste ano) e a participação da pastoral no Comitê Nacional de Combate e Prevenção à Tortura; a realidade das mulheres presas e a organização do 1º Encontro Regional sobre a questão das mulheres encarceradas; as experiências e perspectivas da justiça restaurativa no Brasil; a visita do relator especial da ONU no País; as condições de saúde das pessoas presas; e as ações conjuntas com as Pastorais Sociais e as Pastorais da Juventude.

 

FAÇA PARTE DA PASTORAL CARCERÁRIA

Recommended Posts

Deixe um comentário