Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

“A gente entrou em um inferno”, diz irmã Petra após visita a prisões em Londrina

 em Combate e Prevenção à Tortura, Notícias

Nesta semana, a vice-coordenadora da Pastoral Carcerária Nacional, irmã Petra Silvia Pfaller, visitou unidades prisionais na cidade de Londrina, no interior paranaense e constatou a precariedade na atenção dada aos presos.

Em entrevista ao programa Paraná TV, 1º edição, da RPC TV (afiliada da Rede Globo), irmã Petra resumiu suas impressões ao visitar o 5º DP da cidade, que com capacidade para 24 presos tem atualmente 106 detidos: “A gente entrou em um inferno”, expressou, relatando ainda que há muitos presos sem atendimento de saúde.

“Vi muitas pessoas com sarna, com furúnculos, com muitas alergias na pele, têm banho de sol uma vez por semana, por uma hora e meia, não há infraestrutura para prender pessoas neste local”.

Segundo irmã Petra, uma das principais reclamações foi sobre a falta de assistência jurídica. Ela ressaltou que o Estado do Paraná ainda não possui Defensoria Pública.

“Nós vamos reforçar o pedido da Defensoria Pública, da Presença do Ministério Público, do Judiciário, nos presídios, porque eles têm ferramentas para pressionar o Estado para um sistema penal melhor, digno, para manter a dignidade dessas pessoas. Vamos fazer um relatório e levar para o Depen [Departamento Penitenciário Nacional], em Brasília, embora não seja novidade para eles: o Ministério da Justiça sabe muito bem das condições nos cárceres e quero reforçar sobre aqui no Paraná à questão dos contêineres. É grave deixar as pessoas em contêineres, é quente, um inferno”.

Assista à entrevista da irmã Petra na RPC TV

 

Recommended Posts

Deixe um comentário