Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Universidade Federal do Paraná realiza a exposição ‘Olhares e Vozes do Cárcere’

 em Mulher Encarcerada

Exposicao_detentasA sala de Arte e Design do Edifício Dom Pedro I, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba, abrigou recentemente a exposição fotográfica “Olhares e Vozes do Cárcere”.

A exposição resultou da oficina de Fotografia ministrada para dez detentas do Presídio Central Estadual Feminino, em Piraquara (PR), no ano passado. O Curso de Fotografia é uma atividade de subprojeto ” UFPR unindo talentos” da CAPES, e foi promovido pelo Setor de Educação, Departamento de Teoria e Prática de Ensino, certificado pela Pró-Reitoria de Extensão, sob a coordenação da professora Sonia Maria Chaves Haracemiv.

A oficina foi ministrada pelos professores Izabel Liviski e Cadu Silvério. No final, as detentas escolheram seus próprios temas e desenvolveram portfólios. Parte deles está na exposição em sua versão reduzida, com 30 fotografias.

Os temas escolhidos têm os seguintes títulos: “O Poder de Deus na Natureza”, “Expressões através das Tatuagens”, “Bocas”, “Detalhes do meu Cotidiano”, “Aonde os Sonhos se perdem”, “Portraits”, “O que os olhos não veem por detrás das Grades”, “Vivian Maier, uma Releitura”, “Movimentos dos Cabelos sob as Lentes”, “Luz e Sombra” e “Olhos são Janelas da Alma”.

O objetivo principal do trabalho foi dar visibilidade e protagonismo aos olhares prisioneiros. Foi, também, objeto de tese de doutorado defendida em abril deste ano no Programa de Sociologia da UFPR, pela professora Izabel Liviski com o título de “Retratos de Detentas na Fotoetnografia do Espaço Prisional: Trajetórias, Imagens e Representações”.

A exposição percorreu as 23 unidades prisionais do Paraná e já recebeu convites para ser mostrada no Exterior.

Fonte: UFPR

Recommended Posts

Deixe um comentário