Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Formação dos agentes e Justiça Restaurativa em destaque na PCr de Santa Catarina

 em Justiça Restaurativa

Capa_e_Interna_superior_Santa_CatarinaA Pastoral Carcerária de Santa Catarina atendeu ao convite do Setor de Comunicação da PCr Nacional para uma avaliação das atividades que realizou no estado em 2015 e para falar sobre as projeções de iniciativas para 2016.

A formação de novos agentes em nível estadual e o avanço no curso de Justiça Restaurativa, dando continuidade à turma já existente e iniciando outra, foram as prioridades da PCr catarinense em 2015, conforme destacou o Padre Almir José Ramos, coordenador da Pastoral em Santa Catarina.

Em relação a 2014, o Padre considerou que além da formação dos novos agentes e dos cursos de Justiça Restaurativa, outros avanços foram a intensificação das visitas da coordenação estadual às dioceses, o início de grupos da PCr em locais onde não existia e a organização das conferências da juventude nas unidades prisionais.

Interna_inferior_Santa_CatarinaPadre Almir também lembrou que o ano de 2015 foi de reestruturação para a PCr catarinense e que a formação interna dos agentes contemplou as questões de cobrança por melhorias nas condições dos cárceres e de combate à revista vexatória. “Todos estes temas estiveram bem presentes em nossas atividades, mas ainda não chegamos à cobrança ou denúncia”, comentou, destacando que foi iniciada a participação da PCr no “Comitê por uma Santa Catarina sem Tortura” e intensificada a presença nos conselhos da comunidade. Também se ampliou diálogo com alguns juízes e foram iniciadas conversas com a Defensoria Pública.

Para a vivência do Ano Santo extraordinário da Misericórdia junto aos presos, Padre Almir lembrou que já foi elaborado um folder que será distribuído em todo o estado e que há uma boa articulação em todas as dioceses para desenvolver as atividades relacionadas ao Ano Santo. “Solicitamos, em uma reunião do Regional, um maior empenho por parte dos padres e bispos durante o Ano Santo para as ações nas unidades prisionais. Além disso, juntamente com as demais pastorais sociais do Regional, assumimos uma pauta pelo fim da violência e extermínio dos jovens”, detalhou o Padre Almir.

Para 2016, o Padre tem um desejo especial para a Pastoral Carcerária em todo o Brasil. “Esperamos uma Pastoral Carcerária mais engajada nas questões sociais e mais profética”.

FAÇA PARTE DA PASTORAL CARCERÁRIA

Recommended Posts

Deixe um comentário