Diocese de Osório promove formação sobre Justiça Restaurativa

 Em Justiça Restaurativa

Por Melissa Maciel
Da Assessoria de Comunicação da Diocese de Osório
Em atenção ao trabalho realizado pela Pastoral Carcerária (PCr) no Litoral Norte gaúcho, a Diocese de Osório, por meio da coordenação diocesana da Pastoral Carcerária promoveu nos dias 20 a 22 de outubro, a primeira etapa do curso da Escola do Perdão e Reconciliação (EsPeRe). Uma segunda etapa do curso está prevista para 17 a 19 de novembro, em Torres, deste que é um curso de extrema relevância para o trabalho evangelizador nas instituições prisionais.
Para a coordenadora paroquial da PCr em Torres, Iara Maria de Carvalho, a atuação da Pastoral Carcerária se dá pela presença, citando a frase bíblica “Estive preso e viestes me visitar” (Mt. 25, 36). “A presença de Jesus e da Igreja no cárcere levando a esperança, a acolhida, o cultivo da fé e da restauração da atual condição de prisão para uma vida plena e digna após a saída do presídio”, explica Iara.

Ainda de acordo com a coordenadora, a PCr busca auxiliar de forma que a sociedade possa superar preconceitos e aceitar homens e mulheres que passaram pelo cárcere novamente ao convívio social por meio da oferta de emprego, apoio e convivência familiar.
O trabalho da PCr ganha mais força pelas parcerias realizadas com advogados, Defensoria Pública, Promotores de Justiça, permitindo a solução e encaminhamentos dos mais variados.
A Formação – EsPeRe
A atividade aconteceu no Centro de Pastoral da Paróquia São Domingos de Torres e reuniu cerca de 30 agentes da Pastoral das paróquias de Osório, Tramandaí, Torres, dentre outras. Também estiveram presentes profissionais da segurança dos presídios e da área de saúde que atuam nas instituições prisionais.
A formação foi coordenada pela irmã Imelda Maria Jacoby, de Passo Fundo, que é atualmente a coordenadora estadual da PCr e coordenadora nacional da EsPeRe, que tratou dos fundamentos da Justiça Restaurativa, a partir do perdão e da reconciliação.
O encontro também contou com a presença da coordenadora do Núcleo de Fundamentos da Justiça Restaurativa, Evanice Luiza Diedrich Schroeder, de Montenegro.
Segundo irmã Imelda, “um dos focos da atual coordenação estadual da PCr é a sensibilização dos agentes para a Justiça Restaurativa, em vista de uma mudança do panorama atual de justiça punitiva”.
A Pastoral Carcerária da Diocese de Osório tem como referencial o Frei Romualdo Breda da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes – Tramandaí. Como coordenador diocesano o agente de Pastoral, Joaquim Alcides Oliveira Lima, de Osório.

DEIXE UM COMENTÁRIO