Highslide for Wordpress Plugin
Notícias › 11/10/2017

Imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida visita os presídios da diocese de Taubaté

Por Padre Gabriel Henrique de Castro

A Pastoral Carcerária da diocese de Taubaté (SP) realizou dos dias 21 a 30 de setembro a peregrinação com a imagem de Nossa Senhora Aparecida nas unidades prisionais das cidades de Tremembé, Taubaté, bem como na cadeia pública de Caçapava.

Este é o segundo ano consecutivo que realizamos este gesto simples de fé e esperança, mas desta vez com um diferencial: a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida é do Santuário Nacional. Frente às comemorações deste ano jubilar, a Pastoral Carcerária, em comunhão com a nossa diocese e a Igreja do Brasil, acolheu este momento ímpar para levar a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida nas unidades prisionais e também promovendo alguns momentos de evangelização com as famílias dos irmãos encarcerados.

Foi visível, em grande parte das unidades prisionais, o respeito dos irmãos presos de outras denominações religiosas em relação a este sinal da nossa fé cristã católica. Isso também equivale à direção, agentes penitenciários e demais funcionários das unidades prisionais, que também manifestaram desejo de receberem bênçãos sobre suas vidas e em suas salas ou ambientes de trabalhos.

Neste sentido, vale a pena reforçar as muitas mãos que tocaram a pequenina imagem que veio do santuário nacional de Aparecida. Em cada toque uma manifestação única de fé, esperança e amor a Deus por intercessão de Maria, a Senhora Aparecida.

Nos momentos de oração com os irmãos presos, eram feitos também catequeses em torno da pessoa de Maria, como aquela que nos aponta para o seu filho Jesus, utilizando das passagens bíblicas sobre a anunciação do Anjo Gabriel a Virgem Maria (cf. Lc 1,26-38) e também sobre a intercessão de Maria junto a Jesus nas Bodas de Caná (cf. Jo 2,1-11).

As canções catequéticas de padre Zezinho, como Maria de Nazaré, bem como outras muito conhecidas pelos cristãos católicos colaboraram para dinamizar este momento de evangelização aos irmãos presos.

Que Maria, a Senhora Aparecida, neste ano jubilar que celebramos continue intercedendo pela nossa missão de testemunhar o seu filho Jesus aos que se encontram privados da sua liberdade, mas buscando constantemente realizar o ideal não só da Pastoral Carcerária, mas de todos os cristãos e homens de boa vontade: “por um mundo sem cárceres”.

 


Pastoral Carcerária Nacional – CNBB

Praça Clovis Bevilácqua, 351, conj. 501 – Centro CEP 01018-001 – São Paulo, SP
Tel/fax (11) 3101-9419 – E-mail: imprensa@carceraria.org.br

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados