Papa Francisco pede que não haja execuções de pena de morte no Ano da Misericórdia

 Em Igreja em Saída

Papa fim de pena de morte“Faço um apelo à consciência dos governantes, a fim de que se chegue a um consenso internacional em prol da abolição da pena de morte. E proponho àqueles que entre estes são católicos que realizem um gesto corajoso e exemplar: que nenhuma condenação seja executada neste Ano Santo da Misericórdia”.
O pedido foi feito pelo Papa Francisco, em 21 de fevereiro, durante a oração mariana do Ângelus, no Vaticano, em que recordou que o Jubileu extraordinário da Misericórdia é uma ocasião oportuna para promover no mundo formas mais maduras de respeito da vida e da dignidade de toda pessoa.
O Santo Padre fez um veemente apelo em favor da abolição da pena capital. “Efetivamente, as sociedades modernas têm a possibilidade de reprimir eficazmente o crime sem tirar definitivamente a quem o cometeu a possibilidade de redimir-se. O problema deve ser enquadrado na ótica de uma justiça penal que seja sempre mais conforme à dignidade do homem e ao desígnio de Deus sobre o homem e sobre a sociedade e também a uma justiça penal aberta à esperança da reinserção na sociedade. O mandamento ‘não matar’ tem valor absoluto e diz respeito tanto ao inocente quanto ao culpado.”
Francisco também exortou os cristãos e os não cristãos a “trabalhar não somente pela abolição da pena de morte, mas também a fim de melhorar as condições carcerárias, no respeito pela dignidade humana das pessoas privadas da liberdade”.
Fonte: rádio Vaticano
 
FAÇA PARTE DA PASTORAL CARCERÁRIA

DEIXE UM COMENTÁRIO