Mutirão da Pastoral Carcerária na fila de visitas em MG auxilia familiares

 Em Igreja em Saída, Notícias

Capa blitz pastoral carcerariaOs familiares e amigos dos presos do Presídio de Vespasiano, em Minas Gerais, tiveram uma surpresa positiva enquanto aguardavam para ingressar na unidade prisional para o dia de visita, em 14 de dezembro: foi o Mutirão da Pastoral Carcerária.
Desde às 7h, 14 agentes da PCr proporcionaram um clima diferente na entrada do Presídio de Vespasiano. “Aproveitamos as longas horas de espera desses familiares – até a efetiva entrada ao estabelecimento prisional – para lhes possibilitar momentos de descontração, partilha, oração e informação”, contou Geraldo Paiva de Menezes, um dos idealizadores da iniciativa.
Segundo Geraldo, as ações visaram a valorização da vida, o resgate da autoestima, o cuidado e a gentileza, “para que o dia de visita no estabelecimento prisional se tornasse mais leve, suave e descontraído para as famílias, como forma de resistência e contraponto ao conjunto de imoralidade e violências a que comumente são submetidos, criando possibilidades inéditas, inventando valores diferentes dos que estão postos”, detalhou.
Interna_Blitz_PCr_Minas
A primeira atividade foi de acolhida às pessoas que estavam na fila de espera, dando-lhes as boas vindas. Em seguida, houve uma breve oração ecumênica. Depois, foi oferecido a cada pessoa um kit de café da manhã e distribuídas mensagens motivacionais.
Durante toda a ação, que foi encerrada às 17h, as pessoas tinham à disposição uma tenda de informação, na qual agentes da Pastoral Carcerária tiraram dúvidas sobre questões jurídicas e sociais.
“A intenção foi divulgar informações sobre funcionamento de equipamentos públicos e privados que lidam com a questão prisional em sentido amplo, formas de acesso ao sistema de justiça, orientações jurídicas e mecanismos de garantia de direitos. Sugerimos para as famílias que demandavam alguma orientação, que procurassem a tenda após a visita”, explicou Geraldo, acrescentando que foi montada outra tenda para orientações sobre cuidados com a saúde, e onde era possível aferir a pressão arterial e níveis de glicose. Além disso, para as crianças foram oferecidas pinturas e balões.

DEIXE UM COMENTÁRIO