Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Mutirão da Pastoral Carcerária na fila de visitas em MG auxilia familiares

 em Igreja em Saída, Notícias

Capa blitz pastoral carcerariaOs familiares e amigos dos presos do Presídio de Vespasiano, em Minas Gerais, tiveram uma surpresa positiva enquanto aguardavam para ingressar na unidade prisional para o dia de visita, em 14 de dezembro: foi o Mutirão da Pastoral Carcerária.

Desde às 7h, 14 agentes da PCr proporcionaram um clima diferente na entrada do Presídio de Vespasiano. “Aproveitamos as longas horas de espera desses familiares – até a efetiva entrada ao estabelecimento prisional – para lhes possibilitar momentos de descontração, partilha, oração e informação”, contou Geraldo Paiva de Menezes, um dos idealizadores da iniciativa.

Segundo Geraldo, as ações visaram a valorização da vida, o resgate da autoestima, o cuidado e a gentileza, “para que o dia de visita no estabelecimento prisional se tornasse mais leve, suave e descontraído para as famílias, como forma de resistência e contraponto ao conjunto de imoralidade e violências a que comumente são submetidos, criando possibilidades inéditas, inventando valores diferentes dos que estão postos”, detalhou.

Interna_Blitz_PCr_Minas

A primeira atividade foi de acolhida às pessoas que estavam na fila de espera, dando-lhes as boas vindas. Em seguida, houve uma breve oração ecumênica. Depois, foi oferecido a cada pessoa um kit de café da manhã e distribuídas mensagens motivacionais.

Durante toda a ação, que foi encerrada às 17h, as pessoas tinham à disposição uma tenda de informação, na qual agentes da Pastoral Carcerária tiraram dúvidas sobre questões jurídicas e sociais.

“A intenção foi divulgar informações sobre funcionamento de equipamentos públicos e privados que lidam com a questão prisional em sentido amplo, formas de acesso ao sistema de justiça, orientações jurídicas e mecanismos de garantia de direitos. Sugerimos para as famílias que demandavam alguma orientação, que procurassem a tenda após a visita”, explicou Geraldo, acrescentando que foi montada outra tenda para orientações sobre cuidados com a saúde, e onde era possível aferir a pressão arterial e níveis de glicose. Além disso, para as crianças foram oferecidas pinturas e balões.

Últimos posts

Deixe um comentário