Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

OAB quer o fim da revista vexatória em cadeias do Rio Grande do Sul

 em Combate e Prevenção à Tortura

Presidio CentralEm nota emitida em 11 de outubro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Rio Grande do Sul, informou que pretende pedir que a decisão de proibir a revista íntima no Presídio Central de Porto Alegre seja estendida a todas as cadeias daquele Estado.

No dia 10, a Justiça acatou pedido do Ministério Público para que, a partir de dezembro, procedimento seja substituído por revista mecânica no Presídio Central. A decisão valerá até que outra norma seja editada pela Assembleia Legislativa.

Segundo Marcelo Bertoluci, presidente da OAB/RS, o pedido será feito ao secretário da Segurança Pública do Estado, Airton Michels, e ao titular da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Gelson Treiesleben.

“É fundamental para o devido respeito à dignidade das pessoas e para evitar situações vexatórias, de exposição da intimidade dos visitantes, que são, na maioria, mulheres”, afirmou Bertoluci ao jornal Zero Hora.

“Já estamos diante do caos quando nos deparamos com a realidade do Presídio Central. Não é admissível que também as pessoas que vão visitar seus parentes sejam submetidas a condições tão precárias e desumanas”, ressaltou o presidente da OAB.

Em decisão emitida no dia 10, o juiz Sidinei Brzuska, responsável pela fiscalização dos presídios gaúchos, determinou que o Estado passe a considerar a regulamentação de São Paulo, que determina que os visitantes sejam submetidos à revista mecânica, em local reservado, com equipamentos como detectores de metal e raio-x.

De acordo com a assessoria de imprensa da Susepe, a decisão será acatada no Presídio Central. Porém, se houver desconfiança de que o visitante esteja transportando drogas nas partes íntimas, a pessoa será impedida de entrar.

Fonte: Zero Hora

Recommended Posts

Deixe um comentário