Assessor de saúde da PCr apresenta subsídio sobre ‘A saúde do homem preso’

 Em Combate e Prevenção à Tortura

A Saude Homem Preso“A frase do Evangelho de João, ‘Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em plenitude’ (Jo 10,10), permeia toda a pastoral da Igreja Católica no âmbito da saúde. A vida é um dom supremo, ou seja, é dom de Deus e direito de todos. Todas as pessoas, independente de sua condição social, raça, religião, orientação sexual, têm direito a vida digna e plena. Assim sendo, o acesso à saúde, é um direito de todos inclusive àqueles que se encontram privados de sua liberdade”.
Com esta reflexão, o Padre Almir José Ramos, assessor nacional de saúde da Pastoral Carcerária, apresenta o subsídio “A saúde do homem preso”, que traz os apontamentos sintetizados do manual de Atenção à Saúde do Homem Privado de Liberdade.
Padre Almir comenta sobre os problemas mais comuns no dia a dia das prisões, nas questões relacionadas ao adoecer e morrer, tais como violência, drogas, saúde mental, DST e outras doenças.
“No processo de adoecer e morrer das populações e de cada pessoa em particular, as desigualdades sociais, econômicas e culturais se revelam de maneira diferenciada. As pessoas que são mais vulneráveis e vivem menos, são populações expostas a condições precárias de vida, dentre elas estão as populações privadas de liberdade. Ao privar ou restringir uma pessoa de sua liberdade, o estado e a sociedade como um todo, não pode negar-lhe outros direitos, como o é o caso do direito a saúde”, consta em um dos trechos do subsídio.
 
LEIA A ÍNTEGRA DO SUBSÍDIO ‘A SAÚDE DO HOMEM PRESO’
FAÇA PARTE DA PASTORAL CARCERÁRIA

DEIXE UM COMENTÁRIO